Juan Roberto 'Pelin' Capobianco (In Memoriam)

Natural do Uruguai e multinstrumentista, Juan Roberto teve expressiva atuação na música instrumental e vocal. Tocava bandoneon, piano, acordeon, violão, guitarra e contrabaixo acústico e elétrico. Foi membro das mais importantes Orquestras Sinfônicas de Montevidéu, São Paulo e Rio de Janeiro. Foi integrante da O.S.N. (Orquestra Sinfônica Nacional), onde atuou como líder do naipe de contrabaixos.

Exerceu a função de arranjador e produtor artístico da gravadora R.C.A. (Brasil e Argentina) entre 1978 e 1983, com direção artística de Roberto Livi. Entre esses arranjos, pode-se destacar os realizados para composições de Peninha, Antonio Marcos e Trio Irakitan.

Nascido em família de músicos, filho do bandoneonista Juan Antonio Capobianco e afilhado do cantor, compositor e violinista Romeo Gavioli, surpreendeu os que o viram menino prodígio tocando bandoneon aos 5 anos. Participou de bandas profissionais aos 12, e aos 17 obteve primeiro lugar como contrabaixista na "Banda Sinfonica Municipal de Montevideo".Também participou do conjunto "Hot Club de Montevideo" como jazzista, em festivais internacionais na Argentina e Chile.

Aos 21 anos, Juan Roberto 'Pelin' Capobianco integrou a banda Los Shakers, formada também por Hugo Fattoruso, Osvaldo Fattoruso e Caio Villa. Obtiveram estrondoso sucesso no Uruguai e Argentina, entre outros países. Fazem parte da história do rock na América Latina, tornando-se clássicos no gênero.

No Grupo Capobianco, foi o maestro, arranjador e responsável pela parte harmônica, contribuindo e abrilhantando as apresentações musicais.

voltar